ASTROLOGIA

Existe este tal de Inferno Astral?

Que palavra infeliz! Inferno Astral! Nos remete instantaneamente àquilo que nossa religião cristã determinou como sendo o castigo eterno! Mas o que será isto, exatamente?

Para compreender esta definição precisamos compreender primeiro como funciona a previsão Astrológica chamada Revolução Solar. No entendimento astrológico, a cada aniversário, quando o Sol volta para o mesmo grau onde ele se encontrava no momento do nascimento da pessoa, ele faz ‘renascer’ o nato, que durante aquele ano, irá experimentar as experiências indicadas naquela Revolução. Assim, ao levantar o Mapa da Revolução Solar, se examina o ano solar como sendo um novo nascimento. A técnica não deve ser empregada sozinha, já que ela não é determinante se não for acompanhada da análise das Progressões, primárias e secundárias. Assim, a Revolução Solar nos mostra simplesmente os trânsitos celestes no dia do aniversário.

Quando queremos datar os acontecimentos do ano, usamos um método muito simples. O ‘ponteiro’ do Ascendente inicia seu caminho ao longo da roda zodiacal, e, à medida que avança nos graus e nas casas, forma aspectos com os planetas e luminares que se encontram ali localizados. Estes aspectos são analisados como acontecimentos prováveis para o ano em questão.

No mês que antecede nosso aniversásio, o ponteiro do Ascendente da Revolução Solar, se encontra transitando na Casa XII da roda zodiacal. Sabendo que a Casa XII é ligada astrologicamente ao signo de Peixes, e é indicadora do carma, do sofrimento, das doenças ou das fatalidades, é muito provável que naquele mês algum acontecimento desfavorável aconteça na vida da pessoa. Mas é importante esclarecer que as ações não duram o mês todo, e que, se nenhum aspecto negativo for formado, nenhum mal poderá acontecer à pessoa. Assim, é sempre necessário que exista um ‘pano de fundo’ indicador de alguma desgraça para que ela aconteça. Muitas vezes é usado como ‘ponteiro’ o próprio Sol e é analisado o seu caminho ao longo do circulo zodiacal anual. Neste caso, o Sol irá percorrer as Casas, e marcar os acontecimentos à medida que ele formar aspectos com os outros planetas. Outro método, analisa da mesma forma o movimento mais rápido da Lua.

A explicação é muito complexa, e de difícil compreensão para leigos. Todavia, fica aqui uma advertência: nem sempre o mês que antecede nosso aniversário apresenta desgraças, doenças ou acontecimentos dramáticos. Assim, não se deixem influenciar pelos ditados populares, e vivam este mês como sendo um mês de recolhimento, de meditação, de interiorização. Não coloquem etiquetas: nada é infernal à menos que assim tiver sido determinado pelo nosso carma e indicado em nossa Carta Natal.

Portanto preparem-se para o seu Novo Ano Solar com determinação, metas e objetivos claros. Assim, o Novo Ano Solar que estará na sua frente, poderá ser repleto de felicidade e realizações.

:: Graziella Marraccini ::
e-mail:info@astrosirius.com.br
(fonte:www.somostodosum.com.br)