SAÚDE

Transtorno Bipolar

Tem dias que a gente acorda alegre, outros nem Bipolartanto... Oscilações de humor todo mundo tem. Mas quando isso se dá de forma muito intensa e imprevisível, levando a extremos de depressão ou euforia, os altos e baixos deixam de ser um comportamento natural e passam a ser encarados como doença. é o chamado transtorno bipolar.

O Transtorno Bipolar é uma doença que se caracteriza pela alternância de humor, sendo que ora a pessoa fica eufórica (episódios de mania) ora deprimida, intercalando com períodos de normalidade. Apesar de transtorno bipolar do humor nem sempre ser facilmente identificado, existem evidências de que fatores genéticos possam influenciar o aparecimento da doença.

A mudança do comportamento de euforia para depressão ou vice-versa é súbita, mas o indivíduo não percebe esta alteração ou a atribui a algum fator do momento, pois o senso crítico e a capacidade de avaliação objetiva das situações ficam prejudicadas ou ausentes.

Uma pessoa com transtorno bipolar sofre alterações de humor, desde mania até a depressão, com períodos de “normalidade” entre esses ciclos. A duração desses ciclos varia desde alguns dias até vários meses e eles podem ocorrer sem aviso.

Os sintomas do estágio depressivo são os mesmos que para uma pessoa com depressão, uma doença mental diferente que não tem a fase de mania. Transtorno bipolar também imita várias desordens físicas, de modo que somente uma avaliação física e mental cuidadosa pode dar diagnóstico preciso.

O tratamento mais indicado atualmente é uma combinação de medicamentos com psicoterapia. O diagnóstico precoce aliada a uma terapêutica adequada é um bom caminho para a melhoria e manutenção da qualidade de vida do portador desse distúrbio.

A participação da família também é muito importante. Para auxiliar o paciente, a família precisa saber o que é e como se trata o transtorno bipolar. Esse entendimento trará ao paciente a sensação de apoio e compreensão que serão importantes atitudes no relacionamento familiar. Um bom conhecimento da doença e do seu tratamento pelo paciente, pelos seus familiares e amigos, aumenta a possibilidade de uma vida produtiva, com qualidade e satisfação.

o Muitas vezes o paciente não percebe que tem esta enfermidade, e é necessário que familiares e amigos estejam bem informados e saibam reconhecer alguns dos sintomas para poderem encaminha-lo a um tratamento adequado.

Redação Therap.